À espera no jardim...

terça-feira, 4 de março de 2008

Esperei no nosso jardim, tal como tinhas combinado no dia anterior, sentei-me naquele banco com vista para o rio e esperei... Sentia-me feliz, ansiosa. Sempre me senti assim antes de te ver, com o coração aos pulos, inquieto, com uma felicidade imensa de saber que em breve estarias ao meu lado.

O sol era quente e uma brisa suave tocava-me na pele refrescando-a. Sentia o doce aroma das flores, era Primavera e elas à pouco tinham florescido. Os pássaros pareciam voar alegremente, entre voos alados e cantos melodiosos. Respirei bem fundo, sentia-me viva, sentia-me feliz.

Olhei em redor… ainda não tinhas chegado, mas em breve chegarias, eu sei que em breve estarias ao meu lado e eu veria novamente o brilho no teu olhar, aquele brilho especial que só aparece quando olhas para mim, iria rever esse teu belo sorriso, essa tua doçura. Iria novamente sentir o calor do teu abraço…
Em breve chegarias… eu sei que sim… eu breve voltaria a estar contigo… nós combinamos…

Mas tu demoraste…

E eu continuei lá à espera… sentada… e as estações passaram por mim… o frio gelou o meu corpo… e eu transformei-me em pedra… e fique lá, imóvel, à tua espera… e os anos passaram, e os ventos e as tempestades foram sempre cruéis e tentaram-me derrubar, mas eu aguentei, aguentei porque sei que um dia vais lá chegar… e é lá que te espero… tu sabes onde… é lá que sempre irei esperar por ti… naquele jardim… em lugar nenhum…


3 comentários:

LivrementeOculta disse...

..Quem espera sempre alcança..:)

Cris disse...

Bonito...como sempre...

Phobia disse...

está lindíssimo :)
esperar é uma tarefa árdua e por vezes o tempo é implacável...

 
by TNB